Manifesto do empreendedor na Internet

Se eu fosse escrever um breve manifesto sobre a democratização das oportunidades para empresas em rede, com certeza começaria assim:

  • Não só grandes corporações devem usufruir o melhor do mundo em rede; empresas médias, pequenas, micro, de garagem, bem como artistas, artesãos, sonhadores e idealistas merecem um projeto de credibilidade na Internet para que seus negócios sejam alavancados.
  • O tamanho de uma empresa não deve inviabilizar seu acesso às melhores ferramentas, sistemas, textos, redes sociais e oportunidades. Já foi o tempo em que os pequenos e os médios se contentavam com um “folder digital”.
  • O investimento em um projeto na Internet não pode ter um valor maior que próprio negócio em questão. Bom senso e um bom café expresso não fazem mal a ninguém.
  • Por outro lado, a máxima para a empresa entrar no mundo em rede funciona: “o barato sai caro”; não existem projetos competentes de “50 pila”.
  • Um projeto na Internet deve ser construído por profissionais com experiência em comunicação e negócios, que vivam imersos nas comunidades digitais e que tenham a paciência de disseminar conhecimento aos seus clientes, independentemente do contrato assinado.
  • Um cliente pode e deve se tornar um amigo; é passado o tempo em que recitávamos “negócios à parte”.
  • Empatia e confiança é tudo. Deixar o projeto de uma empresa na mão de um burocrata é delegar responsabilidades a um estranho.
  • E-mails enviados em massa, para divulgar produtos e serviços, desprezam a inteligência do empreendedor. Disseminação é um trabalho árduo – de todos os dias.
  • Um empreendedor pode ter uma conversação com os mercados muito mais atraente do que a de uma grande corporação.

(Por Manoel Fernandes Neto, 47 anos, é jornalista e diretor de www.cmminterativa.com.br )

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe em suas redes!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •